Utilizar a EAP faz toda a diferença no cronograma da obra

Planejamento e Controle de Obras com o MS-Project

Por que utilizar a EAP? Tenho falado da importância do planejador desenvolver um cronograma da obra amplo, que considere detalhadamente todas as atividades, suas inter-relações, tempo de execução, recursos, enfim, tudo o que venha contribuir para que a equipe tenha visão ampla das etapas do planejamento e que a obra se desenvolva dentro do esperado.

É o cronograma que irá nortear todo o processo de execução da obra, por isso, o profissional responsável pelo planejamento deve dedicar o tempo necessário para levantar a lista de atividades e elaborar a EAP – Estrutura Analítica do Projeto. Lembrando que quanto mais tempo dedicar a EAP e ao planejamento mais chances do projeto ser concluído com o menor número de problemas e perdas possíveis.

A EAP é a decomposição hierárquica, orientada para entre­gas, do trabalho a ser executado pela equipe para alcançar os objetivos do projeto e criar as entregas necessárias.

Na prática, a EAP visa à decomposição do trabalho do projeto em níveis menores e mais facilmente gerenciáveis. Ela organiza o escopo total do projeto originando um diagrama em formato de árvore hierárquica.

Diagrama da EAP

Desta forma, fica bem mais fácil estimar o que deve ser feito, bem como tempo, recursos e custos envolvidos em cada pacote de trabalho.

Com a decomposição de cada pacote de trabalho da EAP (último nível da EAP) em serviços a serem desenvolvidos, é possível definir as atividades do cronograma – baseadas em estudos e verificação dos desenhos e outros documentos do projeto -, e assim estabelecer os parâmetros para a execução de cada uma delas.

Alguns benefícios da EAP

  • Permite o entendimento do trabalho total do projeto pelas partes interessadas.
  • Integra o escopo com tempo e custos, o que melhora o monitoramento e controle do cronograma e do orçamento.
  • Visualização de trabalhos internos e externos à organização.
  • Visualização das entregas necessárias do projeto.
  • É a base para a definição das atividades do cronograma.
  • Define a linha de base para controle de mudanças no escopo.
  • Impede a implementação de mudanças não aprovadas.
  • Melhora a comunicação entre as partes interessadas do projeto.
  • Possibilita a comparação de escopo entre vários projetos.
  • Auxilia na definição do escopo de futuros projetos.

Quer aprender mais sobre a EAP?

Conheça o curso ON-LINE AO VIVO, Planejamento e Controle de Obras com o MS-Project. Começa em fevereiro/19.

Veja agora no site http://www.rjn.com.br/aulas-on-line-ao-vivo/

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.